Nem tudo

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

Nem tudo que o vento trás é saudade, alegria.

Nem tudo que brilha é bom.

A vida.

Ahh, a vida.

Ela começa e termina.

E o meio?

Só você que sabe.

Sabe lá o que a vida será.

Será o vento ou o que vem nele? Ele é que sabe.

Uma dádiva, um poema, um amigo, quem sabe?

Nem tudo na vida é discórdia,

Nem toda a vida é tudo.

Eu que o diga, um dia fui e agora voltei, tô aqui sem sentido.

Faz um caminho pra sua vida.

Não desperdice o tudo que tem.

Sem racionalizar, sem se empolgar, equilibra e vai.

Tem muito papel pra escrever tua história.

Usa cada linha e segue…

Psicografia – Márcio Bertezini – 05/10/2016

Comente:

Deixe uma resposta