O Rio

Diante de tantos sinais,

Tantas informações e dado ao fruto de querermos dar atenção a todas as manifestações,

Não percebemos que a beirar deste rio, estamos a margem de nós mesmos.

É necessário deixar esta posição e mergulharmos profundamente dentro deste rio, estamos a margem de nós mesmos.

É necessário deixar esta posição e mergulharmos profundamente dentro deste rio, que somos.

É preciso descobrirmos o que há dentro dele e não deixar nas profundezas.

Devemos trazê-los a superfície, sair da escuridão e coloca-los a plena luz do julgamento, da aceitação, da resolução, do esclarecimento e da busca do encontro com nós mesmos.

Descobrir que a correção, a solução das nossas próprias dificuldades está dentro de nós mesmos.

O rio

Psicografia 05/06/2019 – por Armando

Comente:

Deixe uma resposta