Simplificando a Vida

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

por Mario Brandão (19/10/15)

  • Simplificar é mais fácil dizer, do que fazer, porque a quantidade de tarefas e afazeres que exigem a nossa atenção dia após dia é muito grande.
  • Mas, o que é tão bom no ato de simplificar é que não precisa fazer de uma só vez.
  • Pode e deve fazer, uma coisa de cada vez.
  • Mesmo com pequenos passos, vai conseguir percorrer o seu caminho e divertir-se durante a viagem!
  • Na realidade, pode começar hoje mesmo a viver uma vida mais simples com estas dicas!
  • São coisas importantes, mas simples, que pode colocar em prática já hoje, não amanhã, nem na próxima semana ou mês. Hoje.
  • Escolha uma destas sugestões hoje e outra amanhã. Quando der por ela, terá conquistado a lista inteira, efetuando alterações significativas na sua vida e com um esforço mínimo!

Mania de viver “do bom e do melhor”

  • Uma das coisas que mais atrapalha a vida do ser humano é a mania de viver no “ bom e no melhor “
  • Estamos obcecados com “o melhor”. Não sei quando foi que começou essa mania, mas hoje só queremos saber do “melhor”.
  • Tem que ser o melhor computador, o melhor carro, o melhor emprego, a melhor dieta, a melhor operadora de celular, o melhor tênis, notas melhores …
  • Bom, não basta.
  • O ideal é ter o top de linha, aquele que deixa os outros pra trás e que nos distingue, nos faz sentir importantes, porque, afinal, estamos com “o melhor”.
  • Isso até que outro “melhor” apareça e é uma questão de dias ou de horas até isso acontecer. Novas marcas surgem a todo instante.
  • Novas possibilidades também. E o que era melhor, de repente, nos parece superado, modesto, aquém do que podemos ter.
  • O que acontece, quando só queremos o melhor, é que passamos a viver inquietos, numa espécie de insatisfação permanente, num eterno
  • Não desfrutamos do que temos ou conquistamos, porque estamos de olho no que falta conquistar ou ter.
  • Cada comercial na TV nos convence de que merecemos ter mais do que temos.
  • Cada artigo que lemos nos faz imaginar que os outros (ah, os outros…) estão vivendo melhor, comprando melhor, amando melhor, ganhando melhores salários.
  • Aí a gente não relaxa, porque tem que correr atrás (de preferência com o melhor tênis).
  • Não que a gente deva se acomodar ou se contentar sempre com menos.
  • Mas o “menos”, às vezes, é mais do que suficiente.
  • Se não dirijo a 140, preciso realmente de um carro com tanta potência?
  • Se gosto do que faço no meu trabalho, tenho que subir na empresa e assumir o cargo de chefia, que vai me matar de estresse porque é o melhor cargo da empresa?
  • E aquela TV de não sei quantas polegadas que acabou com o espaço do meu quarto?
  • O restaurante onde sinto saudades da comida de casa e vou porque tem o “melhor chef”?
  • Aquele xampu que usei durante anos tem que ser aposentado porque agora existe um melhor e dez vezes mais caro?
  • O cabeleireiro do meu bairro tem mesmo que ser trocado pelo “melhor cabeleireiro”?
  • Tenho pensado no quanto essa busca permanente do melhor tem nos deixado ansiosos e nos impedido de desfrutar o “bom” que já temos.
  • A casa que é pequena, mas nos acolhe.
  • O emprego que não paga tão bem, mas nos enche de alegria.
  • A TV que está velha, mas nunca deu defeito.
  • As férias que não vão ser na Europa, porque o dinheiro não deu, mas vai me dar a chance de estar perto de quem eu gosto.
  • O corpo que já não é mais jovem, mas está vivo e sente prazer.
  • Será que a gente precisa mesmo de mais do que isso?
  • Ou será que isso já é o melhor e na busca do “melhor” a gente nem percebeu e está se estressando por isso?

Vamos simplificar a vida !!!!!

  • Além de largar desta mania de viver “ do bom e do melhor”, temos + umas

10 dicas para ajudá-lo a simplificar a vida.

1º) Elabore uma pequena lista

  • Numa folha de papel, faça uma lista curta com as 4 ou 5 atividades mais importantes da sua vida.
  • O que é realmente mais importante? A que dá mais valor? Quais são as 4 ou 5 coisas que mais quer fazer na vida?
  • O ato de simplificar começa precisamente com estas prioridades, uma vez que, vai certamente conferir-lhes mais espaço na sua vida, dedicando-lhes mais tempo.

2º) Acabe com uma obrigação

  • Pense em todas as atividades que preenchem a sua vida e descubra aquela que lhe dá menos prazer para fazer.
  • Algo que lhe “roube” tempo, mas à qual até não dá muito valor.
  • Estamos falando de uma tarefa ou obrigação que realiza diária, semanal ou mensalmente, mas que na realidade o deixa a pensar: quem me dera livrar-me disto!
  • Então livre-se! Telefone, envie um e-mail, marque uma reunião e comunique a decisão a quem de direito. Faça isso hoje, vai sentir-se muito aliviado.

3º) Limpe uma gaveta

  • Ou uma estante ou um armário ou um canto de um quarto. Não precisa de ser um quarto inteiro ou um armário inteiro. Apenas uma pequena área, que pode utilizar como a sua base de simplicidade, expandindo a partir daí.
  • Organize assim: 1) Esvazie o conteúdo da gaveta ou da estante para uma pilha. 2) Dessa pilha, escolha apenas as coisas mais importantes, ou seja, os objetos que realmente usa. 3) Deixe o resto fora. Agora mesmo.
  • Jogue no lixo, para a reciclagem ou doe.
  • Volte a guardar, de forma ordeira, os objetos que valoriza e que têm real utilização.

4º) Estabeleça limites

  • Basicamente, isto implica estabelecer limites para as coisas que faz regularmente: consultar o e-mail, navegar na Internet, falar ao telefone, enviar SMS, ver televisão, tarefas diárias e outros aspectos do seu cotidiano, etc.
  • E tente cumprir esses limites. Hoje, apenas tem de fixar limites para algumas das coisas da sua vida. Amanhã, tente cumpri-los.

5º) Simplifique a sua lista de atividades para fazer diariamente

  • Observe atentamente a sua lista. Se esta contiver mais do que 10 tarefas, provavelmente pode simplificá-la.
  • Decida quais são as tarefas que podem ser eliminadas, delegadas, automatizadas, entregue a terceiros ou ignoradas.
  • Encurte essa lista. Este é um excelente hábito para praticar, pelo menos, uma vez por semana.

6º) Planeje as suas atividades

  • Planeje as suas atividades diárias, classificando-as como:

1º) -Prioritárias ou essenciais

2º) -Importantes

3º) -Superfluas

Execute-as, dando as prioridades nesta ordem.

7º) Ganhe tempo livre

  • Em geral, simplificar a sua vida significa ganhar tempo livre para fazer as coisas que realmente gosta. Infelizmente, o simples ato de arranjar tempo para pensar como vai simplificar a sua vida, pode ser difícil. Se for o seu caso, tente encontrar pelo menos 30 minutos por dia para pensar em simplificar. Ou, em alternativa, dedique um fim-de-semana inteiro a pensar nas formas como pode tornar a sua vida mais simples.
  • E como é que vai encontrar esses 30 minutos diários? Eis algumas ideias: levante-se mais cedo, veja menos televisão, almoce no escritório, dê um passeio na hora do almoço, desligue a Internet, veja os seus e-mails apenas uma vez por dia, desligue os telefones, faça menos uma coisa todos os dias.

8º) Mais devagar é melhor

  • Passamos o dia em “modo apressado”, correndo entre tarefas, reuniões e compromissos diários até ao final do dia, quando nos estendemos, exaustos, em cima do sofá. Em vez dessa correria diária, simplifique a sua vida, fazendo menos e de forma mais lenta. Coma mais devagar, conduza mais devagar, caminhe mais devagar, tome banho mais devagar, trabalhe mais devagar. Seja mais deliberado.
  • Esteja presente. Isto não é algo que vai conseguir dominar hoje, mas pode começar a praticar agora mesmo.

9º) Uma coisa de cada vez

  • Em vez de executar múltiplas tarefas em simultâneo, Planeje as suas atividades faça uma coisa de cada vez. Livre-se de todas as possíveis distrações, resista a qualquer desejo para conferir o seu e-mail ou para atender o telefone enquanto está executando alguma coisa.
  • Concentre-se exclusivamente na tarefa que tem em mãos até terminar. O impacto nos seus níveis de stress e de produtividade será enorme.

10º) ESTEJA PRESENTE

  • Esteja presente em tudo o que você faz.
  • Isto não é algo que vai conseguir dominar hoje, mas pode começar a praticar agora mesmo.
  • Alinhamento de corpos

 

Comente:

Deixe uma resposta