Tribo Apache

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

Nas canoas de couro que deslizavam pelos rios e atravessavam matas.

Assim chegamos do Norte Apache fugindo do massacre dos brancos desbravadores que queriam nossa terra, nosso alimento, nossa vida em troca da exploração dos bens, que pertenciam não a nós, mas a Mãe Terra.

Aqui encontramos o povo indígena disperso, desnudo, a maior parte submetida ao 17057c37chicote dos feitores que obedeciam ao Sinhozinho.

Muitas guerras, presenciamos, ao longo do Jequi e a tristeza ao assistir a língua e a cultura se extinguir.

Mas a Providência Divina enviou legionários para unir, fortalecer, reintegrar os povos dispersos.

As várias etnias dispersas e abandonadas voltaram a se agrupar.

Grandes chefes guerreiros, caciques deixaram marcas nesse solo bendito onde renasceram seres com grandes débitos com a humanidade.

Vindos de todo lugar, aqui, passaram por todo tipo de provação com o objetivo claro de se ajustarem com a Grande Lei.

E aqueles que há séculos se instalaram continuam ajudando, orientando, conduzindo a todo aquele que está perdido.

A Grande Tribo estará sempre presente, quando o objetivo for, servir, confortar, minimizar o sofrimento de nossos irmãos.

Salve Curumim e a toda tribo!

 

Comente:

Deixe uma resposta