Visão

Desprovidos de discernimento a raça humana é conduzida como boiada para o abismo da “dementação”.

Período de trevas e ao mesmo tempo de oportunidades de crescimento.

Os lapsos esporádicos de consciência começam vez ou outra a aportar as mentes vigilantes e descortinar e perceber que nos bastidores se desenrola outra história, que não, a que é vendida e comprada pelos incautos.

Tempos de despertar! E como mentes cristalizadas há séculos fixadas em crenças, costumes, hábitos, resistimos a mudança, encontramos justificativa para tudo ao nos deparamos com várias possibilidades.

Temos de antemão respostas prontas negativando a proposta apresentada.

A lei do esforço menor prevalece e assim ficamos a mercê de vontades que saberão usar com maestria nosso potencial reprimido e nos tornamos massa. Isso é terrível para a construção da individualidade. Como coletivos somos manobrados pelo sistema que serve ao plano das sombras.

Até quando vamos permanecer na prisão do medo de nos libertar e optar por caminhos estreitos, mas que nos levarão a reconquista de nós mesmos, embora o preço alto, a consequência nos inserirá no contexto universal, e então, passaremos a fazer parte dessa nova humanidade.

Psicografia 05/06/2019 – por Ieda

Comente:

Deixe uma resposta